fbpx

Mordida cruzada: tudo que você precisa saber

Para que ocorra uma posição ideal da mordida, os dentes devem estar um pouco à frente dos inferiores.

A alteração desse posicionamento dentário ocasiona a chamada mordida cruzada.

A mordida cruzada tem como característica o mau posicionamento dentário, existem alguns tipos específicos delas, a mordida aberta, mordida de classe 2 e de classe 3, todas elas prejudicam os movimentos mastigatórios.

Mordida aberta é quando o paciente ao realizar o movimento e mordida não consegue encaixar alguma parte dos dentes com os antagonistas.

A mordida aberta pode ser tanto anterior (ou seja, os dentes da frente da arcada não encostam) ou posterior (o problema ocorre nos dentes traseiros, da parte do fundo da boca).

A sobrecarga nos dentes que não se tocam podem levar a graves danos como fraturas e desgastes, retração gengival, perda óssea e até a queda dos dentes envolvidos.

As mordidas de classe 2 são aquelas em que os dentes superiores se localizam muito a frente dos dentes inferiores, criando problemas estéticos ao sorrir.

Já na classe 3, temos a situação contrária, com os dentes inferiores muito a frente dos superiores, sendo que, algumas vezes, existe até mesmo uma projeção do queixo para frente.

Esses problemas acarretam em dificuldades respiratórias, problemas de mastigação e da fala, retração da gengiva, bruxismo, alteração no padrão de abertura e fechamento com desvio mandibular e comprometimento da estética facial.

Por isso o tratamento deve ser iniciado logo após ser diagnosticado, em todos os casos, a correção é muito importante, para evitar problemas ósseos que se tardar só poderão ser resolvidos com cirurgia ou até mesmo situações irreversíveis.

Então procure um dentista e faça o diagnóstico adequado e siga o tratamento recomendado. A saúde começa pela boca não é mesmo?

Agora você quer saber quais as 5 melhores escovas para seu filho levar para a escola? Só ir pro nosso próximo artigo.

Click aqui!